Mostrar/Ocultar Menu
2014

São Paulo

mapa_sao_paulo

São Paulo é um município brasileiro, capital do estado de São Paulo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. É a sétima cidade mais populosa do planeta e sua região metropolitana, com cerca de 20 milhões de habitantes, e é a oitava maior aglomeração urbana do mundo. Casa do Zezinho é uma organização social sem fins lucrativos, localizada na extrema zona sul de São Paulo, na Subprefeitura do Campo Limpo. Fundada em 1994, é um espaço de desenvolvimento das potencialidades humanas, e de atuação para crianças e jovens oriundos de famílias com baixa renda.

Diário de Bordo

03/03/2014

Segunda-feira – Os jovens de 12 e 13 anos que participaram do projeto estavam muito ansiosos para começar a jornada desconhecida do Olhar da Comunidade! Iniciaram o dia de trabalho com a Arte-educadora Flavia Mielnik, debruçando-se sobre mapas impressos e traçando caminhos que faziam de suas casas até chegar a instituição.

Terça-feira – Os caminhos que as turmas riscaram nos mapas se ampliaram para o espaço! Com fita crepe azul desenharam suas rotas sobre chão e paredes da Casa do Zezinho, criando uma grande cartografia coletiva.

Quarta-feira – Dia de explorar o bairro e trabalhar na rua! Com tinta azul o grupo demarcou rua e calçadas, criando caminhos imaginários que entrecruzavam os caminhos do cotidiano com o percurso dos rios. Para esta intervenção demos o nome de “Rios e Mapas”.

Quinta-feira – Dia de aprender sobre fotografia: leitura, interpretação e técnica. Saída fotográfica para o Parque Santo Dias. Muito verde, água e alguns animais.

Sexta-feira – Mais um pouco de teoria sobre fotografia e saída pela horta e  área externa da Casa do Zezinho com a turma da manhã e pelo  entorno do córrego no Campo do Astro com a turma da tarde.

Sábado – Saída para feira local com o produtor local Thiago.

Domingo – Retorno da Arte-educadora Karina com as fotos selecionadas para catálogo e para exposição. Na sala todos fazem uma reflexão sobre o tema da água e da nutrição, dos contrastes da preservação com a água nas imagens do córrego e do parque e percebem a importância do cuidado e do papel de cada um para alterar esta situação. Levantando questões sobre preocupações recorrentes de saneamento básico, seca, alagamentos e nutrição.